Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \18\UTC 2010

Dios mío! Fazia um bom tempo que eu não enrolava a língua revuelta para falar desta novelinha espanhola. Eis que, de madrugada, dou de cara com o vídeo imenso com essas cenas que merecem ser vistas – se é que já que não foram vistas à exaustão – por todo mundo que curte o casal Ana e Teresa. Parecia que as duas não iriam vingar, mas voltaram a nos surpreender com umas cenas amorosas e sexuais – nada explícitas – entre essas espanholas de época que se amam, mas que ainda não haviam tomado o rumo dos “finalmente”.

Vamos a um breve recap das últimas cenas envolvendo as personagens.

(mais…)

Read Full Post »

Fui ali e já volto

Ainda estou preparando os horários para poder atualizar esse blog como deveria. Mas, infelizmente, estarei de folga hoje porque é feriado por aqui. Irei a uma festa mais tarde, onde na porta de entrada do lugar tem uma placa escrita: “Proibida a entrada de Débora Secco”. Até hoje ninguém soube explicar a tal piada interna. Mas fiquei curiosa para saber se a atriz, que está por aqui em cartaz com uma peça, já sabe disso. Surreal seria se ela fosse barrada, mas a moça tem mais o que fazer da vida para ir à festa num inferninho. Ou não, né? Afinal, celebridades gostam mesmo é de aparecer. Mesmo quando não são bem-vindas.

Abaixo, um vídeo de um dos queridinhos da casa que toca enquanto a balada não vem. Vou me render aos passinhos tonight.

Read Full Post »

Eu sei, eu sei. Há várias garotas por aqui que fazem parte do movimento “Porra, Kristen”. Então vamos criar uma “tag” daqui por diante. Se for suspeita, leva um “porra” na frente do nome. Essa daí já encabeça a lista de qualquer biscoita suspeita. Além de ser ótima atriz, Ellen Page tem tudo para nos surpreender com uma revelação bombástica daqui a alguns anos, meses, dias.

As fotos abaixo são do novo filme da atriz, Inception. Para essa senhorita toda montada no “tuxedo”, a galera do Lebiscoito solta aquele gritinho:

“Porra, Ellen!”

Como diz uma grande filósofa amiga minha: “essa daí não é por preguiça”.

Read Full Post »

não dá para resistir

Na ausência e saudade danada de poder voltar a ser mais assídua no blog, e de ter uma conexão estável, que não caia com essa chuva que vez ou outra insiste em acometer esta cidade portuária, dou de cara com a nova edição da DIVA Magazine com a minha adorável obsessão: Jennifer Beals.

O conteúdo da entrevista deve ser mesmo uma maravilha, como eu suspeitava. Li um comentário no twitter de uma garota americana que acabava de ler o artigo com a atriz. Dizia: “eu sempre detestei a Bette em TLW (nem tanto quanto a Jenny, claro), mas agora eu super entendo essa atração por Jennifer Beals”.

Não entendo o porquê de tanta ojeriza, minha querida. Toda mulher que merece respeito pode ter odiado Bette por alguns episódios, em alguma fase de sua vida, mas devia saber que ela era a melhor de todas. Não havia pegada no mundo que fosse digna ao pega dessa mulher. Eu tinha até um pacto com minha respectiva senhora. Se fosse com Bette, ela tava liberada. Afinal, eu faria o mesmo. Chifre de Bette não é chifre. Como diria uma amiga minha, é currículo.

E por falar em sua personagem na série, eis o que Beals tem a dizer:

“Sinto falta de Bette algumas vezes. Especialmente quando estou no meio de uma discussão com alguém e penso ´eu sei que ela saberia o que fazer´.

Realmente, a mulher sabia muito bem entrar numa briga e peitar Deus e o mundo!

Quem banca a entrevistadora para a revista é a colega de profissão de Beals, Rachel Shelley (a Helena de The L Word), que se diz encantada com a amiga. A atriz  não escondeu que hesitou um pouco na hora de topar entrevistar a estrela de Flashdance. Shelley escreveu o seguinte: “por mais que ame vocês, caras leitoras, não estou prestes a arruinar uma amizade valiosa (ao fazer a pergunta errada) e misturar os papéis de jornalista e amiga pessoal. Houve, claro, muitas conversas e experiências que eu e ela compartilhamos ao longo dos anos, que seriam inadequadas para uma artigo de uma revista, sendo ela (Beals)  famosa ou não. A maioria delas são óbvias; outras são maravilhosamente estranhas, como os nomes de seus bichos de estimação. Ela é, como a própria admite, uma pessoa bastante reservada”.

Quatro letrinhas é pouco, Beals, para mim. Mas a revista resumiu bem o meu sentimento pela sua pessoa:

D.I.V.A.

Read Full Post »